Arquivo da tag: Sinetram

AMAZONINO ACENA COM AUMENTO DA PASSAGEM DE ÔNIBUS

Do Portal D24Am.Com:

Empresários querem cobrar R$ 2,20. Prefeito Amazonino Mendes prometeu falar sobre o assunto na próxima segunda-feira, após retornar de viagem.

Mote da Gestão Amazonínica: ÔNIBUS DE QUAL IDADE?

A prefeitura de Manaus divulgou, por meio de sua assessoria, que Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) enviou ao prefeito Amazonino Mendes um ofício em que pleiteia reajuste imediato da tarifa de ônibus. A causa é o contrato assinado entre a Prefeitura de Manaus e o Consórcio Transmanaus, vencedor da licitação, que prevê o reajuste anual da tarifa.

Os empresários do sistema de transporte coletivo têm argumentado, desde abril e maio passados quando os trabalhadores do sistema realizaram greve reivindicando reajuste salarial, que somente o aumento do valor da passagem dos ônibus vai permitir que eles paguem o percentual de 4% acordado com o Sindicato dos Rodoviários.

O Sinetram já apontou também que já realizou um cálculo preliminar que aponta que a tarifa deve ficar em torno de R$ 2,20, ainda abaixo dos R$ 2,25 praticados até fevereiro deste ano. O próprio prefeito Amazonino Mendes decretou a redução do valor da tarifa para R$ 2,10, em fevereiro passado, com base em estudos técnicos e jurídicos do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (IMTT) que apontaram ser possível executar uma tarifa menor, desafogando os usuários.

O prefeito Amazonino Mendes determinou que o corpo jurídico e técnico do Executivo analise a reivindicação dos empresários – assim como já está acontecendo com a possibilidade de nova greve apontada pelo Sindicato dos Rodoviários – e vai falar sobre o assunto assim que retornar a Manaus, na segunda-feira (7).

PRORROGADO O PRAZO PARA O CADASTRO DA MEIA-PASSAGEM

Do Portal Amazônia:

MANAUS – O Instituto Municipal de Trânsito e Transportes (IMTT) anunciou hoje a prorrogação do prazo para o primeiro cadastro e recadastramento da meia passagem estudantil. Os estudantes terão até o dia 5 de fevereiro para fazer o recadastramento.

Segundo dados da Assessoria de Comunicação do IMTT, o sistema recebeu até a manhã de hoje (29) 13 mil novos cadastros e 186 mil recadastramentos. Em 2009 aproximadamente 340 mil estudantes foram cadastrados.

No recadastramento, o aluno precisa informar dados como mudança de escola, reprovação, matrícula em novo curso ou encerramento de alguma atividade escolar.  A carteirinha do aluno somente é desbloqueada depois que a instituição de ensino valida as novas informações.

O estudante deve procurar um dos 11 postos do Sinetram para fazer o primeiro cadastro. Os postos funcionam em horário comercial de segunda a sexta. No sábado os PACs atendem das 8 às 14h, já os terminais de integração, a sede do Sinetram e o posto do ICHL (Ufam) funcionam das 8 às 19h. No domingo funcionam apenas a sede do Sinetram e os postos dos terminais de integração, das 8 às 14 horas. Os estudantes podem se recadastrar pela Internet, no site http://estudantes.manaus.am.gov.br.

Postos de atendimento:

  1. Sinetram – Av. Constantino Nery No. 476 – Centro
  2. Terminal I – Av. Constantino Nery S/N – Centro
  3. Terminal II – Av. Manicoré S/N – Cachoeirinha
  4. Terminal III – Av. Noel Nutels S/N – Cidade Nova
  5. Terminal IV – Av. Camapuã – Próximo a Bola do Produtor – Jorge Teixeira.
  6. Terminal V – Alameda Cosme Ferreira com Grande Circular – São Jose.
  7. PAC Alvorada – Avenida Desembargador João Machado, 4922 – Planalto
  8. PAC – Compensa – Avenida Brasil, nº 1325 – Compensa
  9. PAC – Educandos – Avenida Beira Rio, s/n – Educandos
  10. PAC do Porto – Rua Marquês de Santa Cruz, Armazém 10 do Porto de Manaus.
  11. ICHL – UFAM – Universidade Federal do Amazonas – Av. Gen. Rodrigo Octávio Jordão Ramos, 3000, Campus Universitário – Coroado I.

RECADASTRAMENTO DA MEIA-PASSAGEM VAI ATÉ O FIM DO MÊS

Do Portal Amazônia:

MANAUS – O Instituto Municipal de Trânsito e Transporte Urbano (IMTT) firmou convênio com 56 lan-houses em todas as zonas da cidade para recadastrar, de graça, os estudantes no sistema PassaFácil 2010. Quem fez o cadastro em 2009 deve renovar seus dados até o dia 31 de janeiro pelo site http://estudantes.manaus.am.gov.br.

Os estudantes que vão usar a meia passagem no transporte coletivo pela primeira vez este ano também devem se recadastrar no mesmo período nos postos do Sinetram. De acordo com o IMTT, gerenciador do sistema da meia passagem, o recadastro é obrigatório para os alunos que usam o Cartão PassaFácil Estudantil e querem manter o benefício em 2010. Quem não renovar suas informações, pode ter o Cartão suspenso para a compra dos passes estudantis.

Para ter acesso ao Cartão PassaFácil pela primeira vez, o aluno ou responsável deve se dirigir a um dos 11 postos de Atendimento do Sinetram (lista abaixo), apresentando carteira de identidade ou certidão de nascimento e fazer o cadastro. O aluno pode tirar dúvidas através da Central de Atendimento que atende pelo telefone 2123-0700.

Informações

É necessário que o aluno que vai se recadastrar declare entre várias informações, se mudou de escola, de curso, se passou de ano, se está fazendo mais um curso, etc. Os dados serão cruzados com as informações das instituições de ensino onde o aluno declarou fazer parte. Esse procedimento garante que somente os verdadeiros estudantes tenham direito a usar a meia passagem.

Tanto os alunos já cadastrados ou aqueles que se cadastrarem pela primeira vez, terão que aguardar que seus dados sejam confirmados pela instituição de ensino. As escolas têm até o dia 31 de janeiro para validar essas informações. Em seguida, o cadastro do aluno é liberado e ele está apto a comprar os passes.

Postos de atendimento:

  • 01. Sinetram – Av. Constantino Nery No. 476 – Centro
  • 02. Terminal I – Av. Constantino Nery S/N – Centro
  • 03. Terminal II – Av. Manicoré S/N – Cachoeirinha
  • 04. Terminal III – Av. Noel Nutels S/N – Cidade Nova
  • 05. Terminal IV – Av. Camapuã – Próximo a Bola do Produtor – Jorge Teixeira.
  • 06. Terminal V – Alameda Cosme Ferreira com Grande Circular – São Jose.
  • 07. PAC Alvorada – Avenida Desembargador João Machado, 4922 – Planalto
  • 08. PAC – Compensa – Avenida Brasil, nº 1325 – Compensa
  • 09. PAC – Educandos – Avenida Beira Rio, s/n – Educandos
  • 10. PAC do Porto – Rua Marquês de Santa Cruz, Armazém 10 do Porto de Manaus.
  • 11. ICHL – UFAM – Universidade Federal do Amazonas – Av. Gen. Rodrigo Octávio Jordão Ramos, 3000, Campus Universitário – Coroado I

IMTT QUER FECHAR TERMINAL I E BENEFICIAR SINETRAM

Por Alisson Castro, do blog Fiscais do IMTT:

As empresas de ônibus da cidade serão as únicas beneficiadas com uma possível interdição do Terminal 1, na Avenida Constantino Nery. O diretor-presidente do IMTT, Raphael Siqueira, afirmou ontem (05/01)à imprensa que o local não possui condições de higiene nem estrutura adequada para continuar operando.

Desde 2007, quando a integração temporal foi implementada no sistema de transporte urbano da cidade em dezembro de 2006, as empresas de ônibus tentam, de todas as formas, convencer o poder público a desativar os  Terminais de Integração. Manaus possui cinco terminais  instaladas em diversas áreas de cidade.

A idéia sempre foi rechaçada pelos administradores do, até então, IMTU. Para os usuários de transporte manterem o direito a integração entre linhas de ônibus,  seriam obrigadas a adquirir algum dos cartões Passa-Fácil (passe-estudantil, vale-transporte ou cartão cidadão).

Parece que agora as empresas vêem uma luz no fim do túnel com a atual gestão municipal de Amazonino Mendes. Crêem que este é o momento de conseguir tudo que sempre queria.

Vários fatores indicam que, se os terminais forem realmente desativados, os maiores prejudicados serão os usuários do transporte coletivo. Muitos ainda não possuem qualquer cartão que permita o uso da integração temporal. Um problema mais grave diz respeito ao sistema de integração apresentar, constantemente,  falhas na leitura dos cartões, impedindo que os usuários usem o benefício da integração temporal. O mais grave é saber que, quando isso acontece , o usuário não tem nenhum respaldo ou proteção que garanta o seu direito. Sendo obrigado a pagar mais uma passagem de ônibus. Isto viola qualquer princípio básico de direito adquirido: tem-se direito a um benefício e , quando por motivos alheios ao desejo do usuário, a empresa não pode oferecer um serviço adequado e, no final, o prejudicado ainda tem que pagar por ele. É um absurdo! Deveria haver alguma legislação que resguardasse o legítimo direito dos usuários do transporte. Por exemplo: se o direito de usar a integração temporal é negado ao usuário por uma falha no sistema, que ele não seja obrigado a pagar a passagem e sim, fazer a viajem gratuitamente.

Voltemos agora ao assunto inicial. Que os terminais são sujos, mal administrados e abandonados pela administração municipal, qualquer usuário do transporte público sabe. Ao tomar conhecimento destes fatos, por que  a prefeitura não toma providências para reverter este quadro? Por que punir a população tirando-lhes o direito de usar a integração? Por que tanta maldade?

Bem, para uma administração que limitou o uso de meia-passagens estudantis, obrigou os estudantes a enfrentar enormes filas para comprar  créditos de passagens e criou a taxa do lixo, fechar os terminais de integração é  fichinha.